Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

11.08.09

Como num pequeno almoço no Starbucks descobri as enormes vantagens de ser pedinte ambulatório

Jorge Fiel
Apanhamos um autocarro em direcção a Chatelêt, em busca de um plano Plano B para o pequeno almoço. Estava quase tudo fechado pelo que fomos andando até ao Beaubourg, com o pessoal todo a resmungar. Paramos no Starbucks, no 4 da rue Aubry, e estacionamos na esplanada a enfiar um croissant (1,20 euros) e um sumo de laranja (3,50 euros).Durante a nossa estadia, o Fernando, dono de um coração mole e generoso, deu (...)
09.01.08

Saúdo com vigor e satisfação o anunciado desembarque da Starbucks na West Coast da Europa

Jorge Fiel
 Uma das melhores boas notícias que recebi neste ano que está a dar os seus primeiros passos é a de que a Starbucks vai desatar a abrir cafés em Portugal - já em 2008. Sou um fã incondicional do conceito Starbucks. Passo a listar as coisas que em atraem nesta cadeia internacional de cafés nascida em Seattle (a cidade da chuva, Boeing, Anatomia de Grey e Microsoft) a par do «grunge». 1. A
27.02.07

Como fazer um figurão no regresso de Las Vegas gastando apenas 3.98 dólares (mais taxas)

Jorge Fiel
 A minha vida é um livro aberto. Por isso, na hora da despedida de Las Vegas, deixo aqui aos meus amigos três boas sugestões para prendas baratas, mas de grande efeito, para trazerem para familiares, amigos e conhecidos, se um dia se sentirem tentados a visitar a capital do pecado.  Este gesto, de factura larga, pode acarretar-me sérios problemas pessoais. Apesar do carácter praticamente anónimo e (...)
04.02.07

Triunfo da Starbucks assinala decadência gaulesa

Jorge Fiel
A Place des Vosges é provavelmente a praça mais bonita de ParisHá um Starbucks no Louvre e outro na Madeleine. Só para citar dois exemplos. Os Starbucks estão a invadir Paris e isso é muito bem feito. É a prova dos nove da decadência gaulesa. Os franceses inventaram os cafés, mas acabaram por os musealizar.  O café de que gosto e quero frequentar é um café onde posso rapar do baralho de cartas e (...)