Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

25.02.09

Quem tem boca vai a Roma

Jorge Fiel
  “E nós, levadas da breca, fazemos o nosso papel, para os pobres coitados (Nota: os homens sem jeito para o minete) não ficarem cheios de complexos (de vez em quando, algumas tomam coragem e dizem: ‘querido não te importas de fazer assim ou assado?’, coisa rara, enfim). Depois há cerca de 10% que têm jeito prà coisa, um potencial elevado para fazer um minete-colibri: bate as asinhas e (...)
24.02.09

Tudo se resume a uma questão de má lingua

Jorge Fiel
 “E todos eles convencidos que são ‘os maiores’ nesta lide particular (o minete). Burros! Ora, da mesma forma que nós, grandes falsas, esperneamos, dizemos ’ Ahhhh! Sim! Huuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuum!’ e fazemos gestos tipo canal 18 a fingir um orgasmo, o mesmo fazemos quando nos estão a meter a cara entre as pernas. Assumindo uma posição tipo drª  Ruth  - é o que me chama a (...)
23.02.09

É com muita prática que se apanha o jeito!

Jorge Fiel
Para o minete ser de qualidade não é obrigatório a beneficiária pôr-se em posições tão acrobáticas como esta em que Ghitta (in Mamas de Sonho, Gina nº 187) se colocou para ser passada a pano por Kenneth, o infeliz que contratou os seus serviços para ver se se animava depois de perdido o emprego como vendedor, estampado o carro que não tinha ainda acabado de pagar e saber que a sua mulher lhe pôs os (...)
18.03.08

Como a prática do 69 demonstra que a unanimidade nem sempre é consensual

Jorge Fiel
 O pessoal da lavandaria é danado para a brincadeira (nada que eu já não soubesse) e após ter lido o meu discurso cartesiano sobre o broche tem-me incitado a ir mais longe, até ao minete, passando pelo clássico e unânime (mas não consensual) 69. É claro que eu entendo perfeitamente as razões subjacentes a este incitamento ao aprofundamento de temas badalhocos.  Resguardados atrás de nicks (...)