Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

10.09.10

Calor húmido só é bom quando se trata de quecas

Jorge Fiel
Passar a terceira semana de Agosto em Las Vegas significa suportar temperaturas consistentemente superiores a 100º F (cerca de 38º C), um calor muito abafado e ainda mais seco que as piadas que Joaquim Oliveira generosamente distribuiu por conhecidos e amigos, via SMS.A humidade é um valor muito importante em algumas situações bem específicas (como a queca), mas, do meu ponto de vista, é perfeitamente (...)
27.02.07

Como fazer um figurão no regresso de Las Vegas gastando apenas 3.98 dólares (mais taxas)

Jorge Fiel
 A minha vida é um livro aberto. Por isso, na hora da despedida de Las Vegas, deixo aqui aos meus amigos três boas sugestões para prendas baratas, mas de grande efeito, para trazerem para familiares, amigos e conhecidos, se um dia se sentirem tentados a visitar a capital do pecado.  Este gesto, de factura larga, pode acarretar-me sérios problemas pessoais. Apesar do carácter praticamente anónimo e (...)
24.02.07

Uma empregada de mesa chamada Sugar que é a rainha do karaoke

Jorge Fiel
 Neste momento já não tenho dúvidas. A frase «só visto, porque contado ninguém acredita» foi inventada por uma pessoa que foi a Las Vegas e precisava de relatar aos amigos a experiência. Em mais nenhuma outra cidade do Mundo se pode estar no mesmo dia em Veneza, Nova Iorque e Paris. Ou jogar «caribeann poker» a menos dez metros de distância de um leão. Ou ser servido à mesa por uma empregada (...)
23.02.07

Duas norueguesas com enormes seios e um encontro com Deus no aeroporto Liberty, em Newark

Jorge Fiel
 Não joguei em Las Vegas porque recebi um sinal divino nesse sentido quando desembarquei em território norte-americano, por volta das duas da tarde (hora de Nova Iorque) de domingo, dia 11 de Fevereiro. Presumo que sabem, senão ficam a saber, que a cerimónia da verificação dos passaportes nos Estados Unidos é das coisas mais chatas, demoradas e humilhantes a que um viajante pode ser submetido.Como (...)
22.02.07

Sim, eu fui a Las Vegas e não só não joguei como também não me casei

Jorge Fiel
  É extraordinário. Absolutamente extraordinário. Estive quatro dias inteirinhos instalado no Luxor (é aquele hotel-casino em forma de pirâmide que tem à frente uma réplica da Esfingie da altura de um prédio de cinco andares), em Las Vegas, a cidade do pecado, e não pequei (uma única vez que fosse), nem joguei, nem me casei. Acho que estou a um passo da beatificação. Temo que os meus amigos me (...)