Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Qua | 05.08.09

Recordar uma ida ao Mc Sorley’s para elogiar as vantagens de ser diferente neste mundo global

Jorge Fiel

Passei uma enorme vergonha a primeira vez que entrei no McSorley’s Old Ale House, o bar da East Village que é um pedaço da Nova Iorque do século XIX que logrou chegar intacto até aos nossos dias.

 

Éramos dois e foi há uma boa dúzia de anos. Sentamo-nos numa mesa redonda de madeira, que tal como o balcão, o restante mobiliário, as fotografias e recortes que cobrem as paredes, e a serradura que cobre o chão parecem estar na casa desde a sua inauguração, no já remoto ano de 1854. Ligeiramente intimidados pelo mergulho no passado, chamamos o «garçon» e encomendamos duas cervejas.

 

Não demorou muito até que aterrassem na nossa mesa oito (oito!) canecas de uma cerveja escura, produzida artesanalmente numa pequena fábrica instalada nas traseiras do bar.

 

Devia ser engano. Nós éramos dois. Tínhamos encomendado duas canecas de cerveja, não oito. Imperturbável, o «garçon» acabou o desembarque da armada de canecas, ignorando com sobranceria os meus protestos, numa atitude que mais tarde vim a saber ser uma marca distintiva da casa, que lhe vale ser conhecida por McSurly’s (McGrosseiro) pela clientela habitual.

 

Concluída a manobra, o «garçon» explicou que não, não havia engano, limitando-se a deixar cair a informação de que estávamos na «happy hour». Não me fiquei. Respondi-lhe que se bebêssemos aquelas canecas todas éramos nós que iríamos ficar felizes e solicitei-lhe mais explicações. Sem sucesso. Virou-me as costas e foi atender outra mesa.

 

Numa posterior visita ao McSorley’s (15 East 7th Street, no coração de Little Ukraine), investiguei o assunto. Neste bar da East Village encomenda-se uma cerveja e trazem-nos duas canecas. É a regra, o formato. E na «happy hour» (das 15h00 às 17h00, se não estou em erro), o pedido é duplicado sem encargos para o cliente. Estava resolvido o mistério da multiplicação por quatro das canecas de cerveja.

 

Com um ambiente que nos transporta ao século XIX, a serradura no chão, as madeiras tisnadas por milhares de litros de cervejas entornados descuidadamente, os barman e «garçons» mal humorados, a cerveja artesanal e a idiosincrasia das duas canecas de cada vez, o McSorley’s proporciona aos seus clientes uma experiência única. Por isso, passei a ser um seu cliente fiel (passe a redundância) e o recomendo a todos os meus amigos que vão a Nova Iorque.

 

Ser diferente, único, é uma enorme vantagem competitiva no mundo global.