Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Seg | 25.05.09

Prolegómeno à problemática das caixas de cartão

Jorge Fiel

A problemática das caixas de cartão canelado é muito mais complicada do que aparenta ser.

Nos preliminares para a mudança, comecei a reunir caixas, oriundas de diferentes proveniências, a saber:

a)     Caixotes dos Urbanos (que, a levar em conta a tabela de preços que praticam, devem ser o Rolls Royce das mudanças no nosso país) sobrantes da mudança o escritório do Porto do Expresso da rua Júlio Dinis para o Monte dos Burgos;

 

b)    Caixotes gentilmente cedidos pelo gerente do Pingo Doce da Pasteleira (olá Luís Palha, se por acaso estiver a ler isto faça-me o favorzinho de promover o rapaz, que tudo leva a crer ser uma jóia de um moço);

 

c)     Caixotes que tinha guardado (não sei se já vos disse, mas tenho uma enorme dificuldade em me desfazer das coisas) das três vezes que este século me vi obrigado a ir trabalhar para Lisboa (dois anos a editar a Revista do Expresso, três anos a editar a Economia do Expresso, e sete meses no Diário de Notícias).

Pois a triste e dura realidade que tenho aqui para vos confessar é que esta acumulação primitiva de caixotes se revelou claramente insuficiente para fazer face às necessidades e me obrigou a ir ao Staples comprar caixas de cartão no valor comercial de cem euros.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.