Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Seg | 06.04.09

Branco ou tinto? Cheio, por favor...

Jorge Fiel

Os médicos reabilitaram o vinho ao garantirem que um copo de tinto à refeição só faz bem à saúde – em particular aos males de coração que, de uma maneira ou da outra, nos afectam a todos.

O único pequeno problema que encerra esta saudável recomendação (que todos devemos saudar!) é que os médicos se esqueceram de detalhar a dimensão do copo.

Eu defendo que 175 ml são a medida adequada para o vinho a copo – ou seja aproximadamente um quarto de garrafa (ou metade de meia garrafa).

Mas na esmagadora maioria dos restaurantes que servem vinho a copo a dose dispensada é muito menos generosa que a medida que é o meu cânone. Por norma, pede-se um copo de vinho e dão-nos 125 ml do dito, o que quer dizer que uma garrafa de 0,75 lhes dá para venderem meia dúzia de copos.

Atendendo ao preço médio por copo a que os restaurantes tabelam o copo de vinho (que ronda os três euros) e ao facto de, na maior parte das vezes, a garrafa de 0,75 l custar menos de cinco euros no retalho, eu acho que a dose não deveria ser de 125 ml, nem mesmo de 175 ml - mas sim de 250 ml. Abaixo a especulação no vinho a copo!

2 comentários

Comentar post