Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Qua | 17.12.08

Todos devemos disciplinar os intestinos

Jorge Fiel

 

No geral, tenho uma ideia moderadamente favorável do estado geral médio da limpeza das casas de banho públicas.

Mas acho que dada a importância que este melindroso assunto tem para o desenvolvimento económico e social do nosso país justificar-se-ia plenamente que o Sapo disponibilizasse um rating das casas de banho públicas portuguesas, elaborado com base nas avaliações feitas in loco pelo pessoal da blogosfera.  Vou ter de mandar um mail à Maria João com esta sugestão!

Voltando à vaca fria. Nos centros comerciais, cafés e restaurantes que frequento, verifico com agrado a frequente existência de um folha de ponto afixada na porta onde se dá conta dos horário das limpezas.

A frequência das limpezas é tão satisfatória, que já por várias vezes aconteceu que por essa razão me foi vedado o acesso a uma casa de banho em momentos de grande aflição, quando a minha bexiga ameaçava explodir por estar a exceder claramente a capacidade de armazenamento para que foi desenhada.

Apesar disso, tenho uma enorme relutância em sentar-me numa sanita estranha e pública – mesmo quando se trata da do meu local de trabalho.

Só o faço em casos de absoluta emergência (motivados quase exclusivamente por arreliadoras diarreias) - e mesmo assim muito contrariado.

Sou da opinião que a disciplina que devemos impor aos pequenos actos rotineiros do nosso quotidiano se deve estender ao funcionamento dos intestinos.

Uma das rotinas do acordar, a cumprir antes do banho, deverá ser o sentar-se descontraidamente no trono, arrumando com esta questão para o resto do dia.

Se temos horas certas para acordar, almoçar, começar a trabalhar, ver o episódio semanal do Boston Legal, não descortino razão para não reservar uma hora do dia para proceder à evacuação dos detritos sólidos.

E apesar de ser uma pessoa tolerante, devo confessar que não aceito argumentações libertárias que contrariem este meu posicionamento favorável à imposição de um horário rígido aos nossos próprios intestinos.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.