Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Sex | 04.01.08

Uma singela resposta ao «carpet bombing» natalício de SMS

Jorge Fiel

O postal de Boas Festas que a minha filha Mariana me enviou de Los Angeles

 

 

Já me interroguei por várias vezes sobre a utilidade desta lavandaria, que na verdade não lava nada e é tão só uma mesa de café onde se pode estar no paleio e a fumar sem ser incomodado– isto se as preclaras e os preclaros estiverem a teclar a partir do doce remanso dos vossos lares ou de um outro local onde estejam a coberto a fúria fiscalizadora da ASAE, como, por exemplo, o Casino do Estoril.

 

Ontem à tarde, instalei-me na praça da alimentação do Arrábida Shopping (a vida ociosa de um desempregado qualificado permite estes luxos), a matutar o que devia fazer com as SMS de Natal e Ano Novo que ameaçam entupir a memória do meu Nokia.

 

Devo dizer que este ano resolvi responder apenas às SMS personalizadas. Até ao ano passado ainda me dei ao trabalho de responder individualmente a cada uma delas. Mas este ano desisti. Era uma canseira.

 

Claro que podia responder aos ataques de SMS usando a mesma moeda, disparando em todas as direcções. Ou seja enviando a todas as pessoas constantes da minha lista de contactos uma mesma mensagem.

 

Teria apenas de ter cuidado com a redacção da SMS, para acautelar o facto dela ir ser recebida por mulheres e homens e, ainda, por gente que trato por tu e gente que trato por você.

 

Mas não! Apesar de ter bons amigos nas três operadoras (Abílio Martins na PT/TMN, Luísa Pestana na Vodafone e Isabel Borgas na Optimus) sou um inimigo figadal do «carpet bombing» natalício de SMS, que este ano se cifrou pelo triste recorde de 2,4 mil milhões de mensagens escritas enviadas no período das festas – mais 1,5 mil milhões do que no ano passado.

 

2,4 mil milhões é um número que tem tanto de esmagador como de estúpido. Não tenho cultura para números com muitos zeros, mas se não me enganei nas contas isto quer dizer que em média cada compatriota enviou 240 SMS entre o Natal e o Ano Novo. É um pavor. Os polegares dos portugueses estão doidos!

 

Voltando à vaca fria, ou seja à reflexão sobre o que fazer às SMS sem resposta, tive um ideia. Aproveitar a lavandaria para lhes responder, o que me permitiria apagá-las de seguida, sem problemas de consciência. Foi uma espécie de Eureka.

 

Ainda hesitei, quando me interroguei sobre se já não seria um pouco tarde para maçar com SMS de Natal o punhado de resistentes que me faz o favor de visitar a lavandaria.

 

Mas arranjei um álibi razoável para ultrapassar esta pertinente dúvida. Da mesma maneira que a árvore de Natal fica montada até ao dia de Reis, as questões natalícias mantêm-se actuais até amanhã.

 

Posto isto, declaro que no período das festas recebi 78 SMS (muito abaixo da média nacional), das quais 22 no período do Ano Novo e 56 por altura do Natal, sendo que algumas destas últimas abrangem Natal e Ano Novo.

 

Relativamente ao Ano Novo, resolvi fazer um breve trabalho estatístico, que me permitiu concluir que o adjectivo mais popular para qualificar 2008 é o algo desenxabido «Bom» (quatro referências), seguido, ex-aequo, pelos «Grande» e «Fantástico», cada um com três citações. «Feliz» surge em quarto lugar, com duas citações, seguido do «Excelente», «Óptimo» e «Excepcional», apenas usados uma vez.

 

Noto, com alguma tristeza, a ausência de dois adjectivos que eu acho muito apropriados: «Formidável» e «Espectacular».

 

Houve emitentes que se abstiveram de qualificar o novo ano, refugiando-se no simpático «Entra Bem» ou nos desejos de que 2008 seja cheio de coisas tão variadas como «Alegria». «Saúde» e «Sucessos Pessoais» (já agora um emprego também vinha a calhar…)

 

É a seguinte a lista dos 22 emitentes de SMS de Ano Novo (a ordem é arbitrária) a quem agradeço, penhorado, a preocupação com o meu futuro próximo:

 

Jorge Oliveira, Luísa Meireles, Luís Humberto, Rui Zink, Filomena Carvalho, José Cardoso, Pinto de Sousa, Lígia Marques, Olga Marvão, Fernando Sampaio, Hélder Brites, Paulo Campos Costa, Zé Tó Faria Pinto, António Santos, Fernando Maia Cerqueira, Manuel Serrão, Manuel Tavares, Mário Dorminsky, Luísa Pestana, Joaquim Neutel, Fernando Rocha e Luísa Pinto.

 

Também agradeço, não menos penhorado, aos seguintes 56 emitentes de SMS a desejarem-me Bom Natal (alguns nomes repetem-se) nesta primeira consoada que eu abordei sem vesícula, em mais de meio século de existência:

 

Beatriz Pacheco Pereira, Fernando Madrinha, Jaime Correia de Sousa, Manuela Matos, Xana Macedo, Moreira da Silva, Miluxa, Manuel Seabra, Acácio Gomes, Luís Geraldes, Rui Lacerda, Pinto de Sousa, Nicolau Santos, Quinando, Eurico Castro Alves, Manuela Marques, Nunes Pereira, António Santos, Vítor Carvalho, Elisa Ferreira, Miguel Gonçalves, Joaquim Neutel, Paulo Gonçalves, Zé Manel Costa, Bruno Pires, Rui Duarte Silva, Joaquim Oliveira, Florbela Machado, Fernando Sampaio, João Tocha, Adalberto Dias, José Pedro Guedes, Juca Magalhães, Mário Dorminsky, Rui Ponce Leão, Elsa Veloso, João Paulo Galacho, anónimo/a proprietário/a do 96 252 24 15, Mafalda Campos, Nelson Soares, Afonso Leite Castro, Carlos Sousa, Ana Serra, Alain Gonçalves, Manuel Queiroz, António Souza Cardoso, Rui Zink, Bacelo, Ricardo Santos Ferreira, Manuel Monteiro Vaz, Fernando Rocha, Luísa Pinto e Paula Barreiros.

 

Espero não me ter esquecido de ninguém. Um obrigadão a todos!

 

E já agora, a título de sobremesa, os já afamados Prémios Roupa para Lavar distinguem algumas das SMS recebidas.

 

 

Prémio Desobediência Civil

 

Aqui o pessoal recusou-se todo a passar de ano. Ainda tou em 2007. Olha q car…

 

Manuel Serrão (recebida às 00h21 de 1.1.08)   

 

 

Prémio Apocalipse Now

 

Este ano não há presépio: a vaca tá louca, os reis magos não vêm pq os camelos tão no governo, o burro tá a treinar o Sporting, Maria e José foram meter papeis pa rendimento min. , a ASAE fechou o estábulo por falta d condições e o tribunal de menores ordenou entrega de Jesus ao pai biológico. Ptt q se lixe o presépio. Bom Natal! E assim sendo q o novo ano nos ajude!

 

Olga Marvão

 

 

Prémio Olha a Cabeça de Cavalo Entre Os Lençóis

 

A famiglia Zink faz-lhe uma oferta que não pode recusar: a de uma grande 2008

 

Rui Zink

 

 

Prémio Homem Prevenido Vale por Dois

 

Que o Pai Natal te traga a Isabel Figueira de prenda, porque a Soraia Chaves ficou com as mamas presas na minha chaminé. Que tenhas um ano de 2009 excepcional, porque para 2008 o Sócrates já f… tudo

 

Pinto Sousa

 

 

Prémio Elefante Cor-de-Rosa

 

I whisky you a happy new bear!

 

Zé Tó

 

 

Prémio Extorsão Insultuosa

 

O Pai Natal ofereceu-me 1000 euros para descobrir onde está o burro. Ou dobras a oferta ou digo onde estás. Bom Natal!

 

Juca Magalhães

 

 

Prémio Excesso de Calor e Calorias

 

Muitos chocolates. Muitos docinhos. Muitos carinhos. Muitos beijinhos. Muitos presentes. Tudo de bom, pq mereces! Feliz Natal e um excelente 2008.

 

Elsa Veloso

 

 

Prémio Precipitação

 

Este ano antecipo-me. Feliz Páscoa. E já agora muitas prendas logo à noite.

 

João Paulo Galacho

 

 

Prémio Mal Tu Sabes

 

«I will survive» cantam as renas do Pai Natal. Boas Festas

 

Alain Gonçalves (na ignorância de que uma das prendas que reci este Ntala foi uma pele de rena)

 

 

Prémio Simplicidade Clássica

 

Feliz Natal e bom Ano Novo

 

Adalberto Dias

 

 

Prémio Sabedoria Popular

 

Se a vida são dois dias, que ao menos um seja o Natal. Grande abraço.

 

Manuel Queiroz

 

 

Prémio António Aleixo para o Bom Samaritano

 

Deus abriu a janela do céu, viu-me e perguntou: Qual é o teu desejo para hoje? Eu respondi: Senhor cuida bem da pessoa que está a ler esta mensagem e dá-lhe um 2008 cheio de saúde, paz e amor.

 

António Santos

 

 

Prémio 1755 Revisitado

 

Nesta época especial, quando sentires que não tens onde te apoiar, que o Mundo vem para cima de ti, que o chão se mexe, que tudo vai desabar, tu, sim, tu, corre, carago, que essa merda é um terramoto!!! Bom Natal, com saúde e alegria … e cuidado com a Brigada de Trânsito

 

Vítor Carvalho

 

Prémio Especial Economista Poeta

 

Um Natal com tudo o k a ASAE proíbe e um 2008 com alguns dos excessos k tornam a vida inesquecível.

 

Nicolau Santos

 

Bom agora já vou poder apagar as SMS todas, sem ficar com um peso na consciência.

 

 

 

PS. SMS quer dizer Short Messages Service. Como é um serviço, há gente que lhe atribui o género masculino e diga um SMS. Como quando eu me refiro a SMS estou a pensar em mensagem e não no serviço trato-o como uma mulher, ou seja, bem J

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.