Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Seg | 13.09.10

Banhocas em Coney Island e hot dog no Nathan's

Jorge Fiel

 

O 4 de Julho é uma data importante por várias razões:

 

1)    É o dia seguinte ao do casamento, em Palos Verdes, LA, da minha filha Mariana com o Tom;

 

2)    É o dia em que os norte-americanos celebram com rijo fogo de artificio mais um aniversário passado sobre a sua declaração de independência da Grã Bretanha, no já longínquo ano de 1776;

 

3)    É o dia em que no Nathan’s, em Coney Island, se disputa mais uma edição do mais famoso concurso mundial de fast eating, que este ano voltou a ser limpo por Joey Jaws Chestnut, detentor do recorde mundial da modalidade, com 68 hot dogs engolidos em dez minutos e o atleta que em 2007 interrompeu o longo reinado de sete anos em que Takeru Tsunami Kobayashi foi o incontestado campeão mundial. 

 

O triunfo de Jaws rendeu-lhe um prémio pecuniário de dez mil dólares, foi testemunhado no local por uma multidão de 40 mil entusiastas e acompanhado em directo através do pequeno ecrã (desde 2004 que a ESPN assegura os direitos exclusivos de transmissão televisiva) por 1,6 milhões de adeptos.

 

Apesar de não ser fanático por cachorros quentes – passam-se meses sem comer nenhum – confesso que sou um apreciador do hot dog do Nathan's, que consumo com muito cebola em cima e acompanhado pelas suas famosas fresh cut french fries, mostarda e chucrute.

 

Este ano de 2010 comi dois - e devo ter demorado uns bons dez minutos a engolir cada um (prefiro fazer as coisas com calma). Um em Las Vegas, no Nathan’s do New York New York, e outro na sede, em Coney Island (onde a cadeia nasceu em 1916) após uma manhã de praia e algumas banhocas em Coney Island, onde tive a grata surpresa de verificar que a temperatura das águas do Atlântico Norte estava consideravelmente mais elevada que nas praias de Venice e Malibu, no Pacífico Sul.

4 comentários

Comentar post