Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Qua | 17.02.10

O céu não conseguiu controlar as emoções

Jorge Fiel

 

Domingo à tarde rima com Hyde Park, onde fizemos uma longa promenade com entrada pela Lancaster Gate, em Bayswater, saída junto ao monumento que a Vitória mandou fazer em memória do seu querido Albert, após termos bordejado a Serpentine e termos feito uma escala técnica na Gallery.

A coisa seria mais animadora se o tempo estivesse melhor e o céu não estivesse com um ar que hesitava entre o amuado e o zangado, até que decidiu desatar a chorar, interrompendo o nosso esforço de, com a ajuda do guia DK de Londres, absorver todo o esplendor do Albert Memorial aprendendo o significado de cada um dos muitos motivos que o adornam.  

Refugiamo-nos no Royal Albert Hall, opção que se teria revelado muito mais promissora se não se desse o caso da cafetaria estar vedada ao público por causa do Master de ténis, obrigando-nos a esperar cá fora que o céu conseguisse controlar as emoções. De noite e com frio, as fachadas molhadas de brick não são muito estimulantes.

Ficamos tão tristes como o dia, que acabamos recolhidos no quarto, a ver televisão e a jantar em regime de piquenique os víveres adquiridos no Marks & Spencer de Liverpool St Station - sandes de peru e presunto, bem como porções de queijo tudo empurrado por um sauvignon blanc chileno. Amanhã iria ser outro dia.

Hyde Park, tarde de domingo, 6 de Dezembro 2009