Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lavandaria

por Jorge Fiel

Lavandaria

por Jorge Fiel

Ter | 12.01.10

Uma má decisão nunca vem só

Jorge Fiel

Aspecto bucólico da zona de Greenwich onde se vai realizar o concurso hípico nos Jogos Olimpicos de 2012

Uma má decisão nunca vem só. Se não se revelou grande espingarda viajar até Greenwich quando o Sol já brilhava alto na Austrália, também não foi acertado desembarcar do DLR na segunda estação de Greenwich.

Eu passo a explicar. Das primeiras vezes que viajei no DLR, ele acabava o seu percurso em Islands Gardens, do lado de cá do rio, que posteriormente atravessava a pé, percorrendo depois um túnel (bem mais calmo e seguro que o dos nossos estádios de futebol) até à outra margem, emergindo em Greenwich,  junto a um belo cotovelo do Tamisa, ali onde o velho Cutty Sark está fundeado.

As coisas mudaram muito, no entretanto. O Cutty Sark ardeu (mas está a ser reconstruído, espero que não só veleiro mas também a inolvidável colecção de figuras de proa que albergava no seu bojo). O DLR viu a sua rede muito ampliada e foi dotado de um túnel para vencer o Tamisa. E Greenwich passou a ser servido de duas estações de metro.

O acertado para mim teria sido sair na primeira, junto ao Cutty Sark, já que estou habituado a abordar a localidade que se celebrizou por nos dar a hora (o famoso TMG-Tempo Médio de Greenwich) a partir da margem do rio.

Optei por sair na segunda, a sul do centro e dei por mim, à noite, sem referências, a chover, num subúrbio deserto de uma pequena cidade engolida por Londres algures no seu processo de engorda e transformação numa mega-metrópole. 

As luzes de um pub foram o farol que nos anunciou a salvação para nós, náufragos, por causa de uma decisão desadequada como ir ler A Bola para um café cheio de portistas.

 

Greenwich, inicio da noite de 4 Dezembro 2009

4 comentários

Comentar post