Quarta-feira, 29 de Setembro de 2010

O alemão que deixa a vovó louca

 

A avó pergunta à neta:

- Rosinha, como é o nome daquele alemão que me deixa louca?

A netinha responde:

- Chama-se Alzheimer, vovó!

 

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

música: Summertime, Mungo Jerry
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 20:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 24 de Setembro de 2010

A mão que bate a punheta

No cinema, a namorada diz ao namorado:

- O gajo que está ao meu lado está a bater uma punheta!

O namorado responde-lhe:

- Ignora-o!

Ela diz de volta:

- Não posso, ele está a usar a minha mão!

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

 

música: Wow, Kate Bush
publicado por Jorge Fiel às 18:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Um esquecimento muito inconveniente

 

 

 

 

Um alentejano esteve a beber até o bar fechar.

O empregado avisa-o que vai fechar e que ele tinha de sair.

O alentejano levantou-se e caiu no chão. Tentou novamente levantar-se e voltou a cair.

Optou então por arrastar-se até à porta. Já na rua tentou levantar-se e caiu novamente…

Decidiu então ir a rastejar até casa.

No dia seguinte de manhã, a mulher comenta:

- Grande bebedeira ontem…

Ele pergunta:

- Como é que tu sabes que eu cheguei bêbado?!?

Ela responde:

- Telefonaram do bar a dizer que deixaste lá a cadeira de rodas.

 

(Anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

 

música: Perdidamente, Trovante
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 22:27
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010

A anedota do golfista encornado

Sábado, como de costume, levantei-me cedo, coloquei os meus agasalhos, vesti-me silenciosamente, tomei o meu café e até fui dar um passeio com o cão.

De seguida peguei nos tacos de golfe e fui para o meu carro. De repente, começou a chover torrencialmente. Havia neve misturada com chuva, ventos de mais de 80 km/hora. Liguei o rádio e ouvi que o tempo seria de frio e chuva durante todo o dia.

Silenciosamente tirei a roupa e deslizei rapidamente para debaixo dos cobertores. Afaguei suavemente as costas da minha mulher e disse-lhe baixinho:

- O tempo lá fora está terrível!

Ela, meio adormecida, respondeu:

- Acreditas que aquele cabrão foi jogar golfe com este tempo?

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

 

música: Losing my religion, REM
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 19:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 19 de Setembro de 2010

A enjoadinha do 3º direito

O marido chega a casa indignado e diz para a mulher (loira):

 - Encontrei aquela besta do nosso vizinho do 2º andar a gabar-se de ser o maior garanhão. Sabes o que ele me disse? Que já comeu todas as mulheres aqui do prédio menos uma !!!

Ao que a mulher (loira) prontamente responde:

- Ah, deve ser aquela enjoadinha do 3º direito…

 

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

 

música: A free man in Paris, Joni Mitchell
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 09:00
link do post | comentar | favorito
Sábado, 18 de Setembro de 2010

O papel da masturbação como indutor do sono

Dois velhos sentados num banco de jardim a dar milho aos pombos comentam um com o outro:

- O Zé, não consigo dormir. Deito-me na cama e levo horas para adormecer…

- Olha, eu durmo sempre que nem um anjo. E como é que fazes para dormir?

- Masturbo-me…

- Masturbas-te?! A sério?? E vens-te???

- Não, mas canso-me…

 

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

música: Vai levando, Chico Buarque
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 12:54
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Setembro de 2010

Oh, desculpe, não sabia trazia receita...

Uma mulher entra na farmácia e diz:

 - Por favor, tem aí veneno?

O farmacêutico franze as sobrancelhas e pergunta:

- Para quê?

A mulher responde:

- Para matar o meu marido!

O farmacêutico abana a cabeça:

- Não posso vender veneno para esse fim…

A mulher abre a bolsa e exibe uma foto do marido a foder a mulher do farmacêutico, que se apressa a dizer:

- Oh, desculpe, não sabia que trazia receita…

 

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

música: Sem fantasia, Chico Buarque
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 09:46
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

Conversas e aromas de elevador

 

Uma gaja muito perfumada entra num elevador onde está uma velhota e diz:

-  Chanel, 50 euros, comprado na melhor perfumaria de Lisboa

Entra outra gaja no elevador, também muito perfumada, e diz:

- Safari, 60 euros, comprado na melhor perfumaria de Paris

Ao sair do elevador, a velhota solta um grandessíssimo peido e diz:

- Feijão fradinho a 80 cêntimos o quilo, esta semana, no Pingo Doce.

 

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

música: Under the bridge, Red Hot Chili Peppers
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 19:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

Ex-marido apanhado na curva

 

Ex-marido provoca ex-mulher:

- Então como se sente o teu novo marido a usar uma vagina que foi minha durante cinco anos?

Ela responde:

- Feliz da vida! Durante quatro anos teve de partilhá-la contigo, mas agora é toda dele.

 

(anedota da colecção particular de Joaquim Oliveira)

música: Angie, Rolling Stones
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 19:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 11 de Setembro de 2010

O génio da lâmpada é danado para brincadeira

 

Sem forças e sequioso, o preto erra pelo deserto já sem acalentar grandes esperanças de salvamento, quando tropeça numa lâmpada semi-enterrada na areia. Esfrega-a e sai de lá um génio, que se disponibiliza para lhe satisfazer três desejos.

O náufrago do deserto pede logo água – muito água. Pensa um bocado e manifesta a vontade de mudar a cor da pele e passar a ser branco. Finalmente, confessa que gostaria de ver mulheres nuas com bastante frequência.

O génio da lâmpada providenciou imediatamente a consumação dos três desejos - e transformou-o num bidé.

(anedota do repertório de Joaquim Oliveira, adaptada pelo autor)

música: Riki tiki tavi, Donovan
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 10:15
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

O alemão que deixa a vovó...

A mão que bate a punheta

Um esquecimento muito inc...

A anedota do golfista enc...

A enjoadinha do 3º direit...

mais comentados

últ. comentários

O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...
Carissimo, em Espanha o pez espada é o que nós cha...
Na Galiza o rodovalho tem o mesmo nome. O pregado ...
Há dias comprei uma embalagem da Pescanova, e eles...
Uma maravilha, o William Lawson 12 Anos (http://ww...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Ligações

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds