Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Quero informar-vos que entrei num período de reflexão sobre o sentido que faz coleccionar livros

Mantendo-me no tema dos livros, mas saltando para o depois, entrei num período de séria reflexão sobre o sentido que faz coleccionar livros.

Li três vezes O que diz Molero, do Dinis Machado, e sou capaz de reler todos os livros da série Wilt, do Tom Sharpe.

Dá sempre muito jeito ter à mão o Dicionário de Língua Portuguesa da Porto Editora.

A História de Portugal dirigida pelo Mattoso fica bem em qualquer estante se bem que, manifestamente, não tenha sido desenhada para ser ma obra de consulta.

O Google Maps funciona muito bem, mas não dispensa um (ou até mesmo vários) bom e velho Atlas, em papel.

A Wikipedia é fácil e rápida de consultar, mas não é por isso que me vou desfazer das bonitas lombadas vermelhas dos 24 volumes da Enciclopédia Ilustrada Larrouse.

Até aqui tudo bem. Mas será que alguma vez vou reler a Introdução ao marxismo, de Ernest Mandel (edições Antidoto), os Cravos de Varsóvia, de Michel Germont (Edição Europa-América), ou o Vagabundo Filósofo, de Maximo Gorki (Edição Civilização)?

Qual será o sentido de andar a transportar estas relíquias às costas?

música: A night in Tunisia, Miles Davis
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Tibetana a 27 de Maio de 2009 às 18:42
Além de ocupado, estás filosófico!
Sentido é diverso de Significado:
Sentido é que 1- pagastes por eles 2- admites a mania de não desfazer-se de tralhas úteis ou inúteis. 3- tens apreço por aquilo que chamas de teu. 4- és da geração livros.5-o melhor caminho poderia ser um sebo!!

Significado: 1- pode ocorrer ter sido algum presente doado por alguém. 2- são as colunas erigidas no teu aprendizado político marxista 3- e não mudas assim tão rapidinho não ..:)
De manyfaces a 28 de Maio de 2009 às 00:03
Esses últimos é empacotar e enviar para a sede do BE. Entre Maoistas, Trotskistas e revisionistas alguém lhe agradecerá a doação...
De Margarida a 28 de Maio de 2009 às 16:18
Eu não consigo desfazer-me de único livro.
Nem dos da escola.
Nem daqueles que não gosto.
Estou condenada...
De eppursimuove a 29 de Maio de 2009 às 13:48
Não posso dizer que seja um passatempo, mas por vezes vou olhando para os caixotes do lixo e já encontrei alguns bons livros. Levo-os para casa e tento restaurá-los, da melhor forma que as minhas parcas capacidades de trabalhos manuais me permitem.

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...
Carissimo, em Espanha o pez espada é o que nós cha...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Ligações

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds