Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

As novelas de Corin Tellado, as sete fantasias de Ana Anes e de como as aparências podem iludir

 

“Adorava ver os meus chefes, directores e editores aparecerem todos nus em reuniões para lhes ver o ‘material’, para posterior classificação e subsequente ‘ataque do material’ (é a isto que se chama separação da vida pessoal da profissional)”

Sete anos de mau sexo, Ana Anes, página 155

 

A autora encerra esta sua obra seminal com uma crónica intitulada “Qual a sua mais fantástica fantasia’”, publicada originalmente na Maxmen (não sei porquê mas acho que, excluindo uma peça sobre desporto para a GQ, nunca me convidaram para escrever em revistas masculinas ou femininas).

Neste artigo, Ana inventaria sete das suas fantasias, umas mais depravadas do que outras (é a vida, como diria o camarada Guterres) , como as preclaras e preclaros vão ter oportunidade de saber ao longo desta próxima semana.

Com alguns comentários disparatados às setes fantasias da Ana Anes vou concluir esta acidentada Enciclopédia do Sexo, em fascículos e deficientemente ilustrada por razões de força maior.

Vou aproveitar os próximos sete dias para proceder a um profundo exame retrospectivo e decidir o que fazer a esta Lavandaria, que ficou um pouco avariada ao ver-se privada das fotografias que em má hora achei por bem domiciliar no flickr (a propósito, atiro vários pares de sapatos velhos à cabeça dos moralistas do decadente yahoo!).

Custa-me acabar com este blogue, depois de ele ter sobrevivido à minha saída do Expresso, e agora que no seu segundo fôlego no Sapo se prepara para atingir a marca redonda e bonita de 100 mil visitas.

Mas sinto que preciso do tempo que invisto aqui para actividades lucrativas. Não sei se já repararam, mas anda por ai um crise tramada.

Anda a apetecer-me escrever uma novela romântica e soft, estilo Corin Tellado. Uma das hipóteses que encaro é escrevê-la aqui em capítulos, talvez com a ajuda das preclaras e preclaros, que no final de cada um poderiam indicar a sua preferência sobre o desenvolvimento da acção.

Enquanto discorro sobre as sete fantasias da autora, vou pensar muito seriamente neste projecto.

Mais tarde voltaremos a trocar algumas ideias sobre este assunto.

A propósito da primeira fantasia, o que se me oferece dizer à autora é que nem sempre o tamanho do pirilau na posição de descanso é revelador da envergadura que ele pode atingir quando devidamente entusiasmado. As aparências iludem.

música: Jamais content, Alain Souchon
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito
15 comentários:
De Nuno Periquito a 27 de Fevereiro de 2009 às 18:18
Caro Jorge, sou um fiel leitor desta grande lavandaria e espero que, na sua reflexão sobre o futuro da mesma, consiga encontrar um cenário que permita que este estabelecimento se mantenha aberto e continue a deliciar-nos com as suas crónicas.
De Jorge Fiel a 1 de Março de 2009 às 09:30
Preclaro Nuno Periquito

Muito obrigado pelas suas gentis palavras.

Prometo esforçar-me para arranjar uma maneira de conseguir manter esta tasca aberta.

A bem da Nação!
De Tripeiro a 27 de Fevereiro de 2009 às 19:19
Caro Jorge ,
Sou seguidor desta sua " nossa " lavandaria , mais um esforço é o que lhe posso pedir .

Abraço
Tripeiro
De Jorge Fiel a 1 de Março de 2009 às 09:32
Preclaro Tripeiro

Obrigado pelo abraço. Está prometido que me vou esforçar para que a roupa suja não se fique a acumular no cesto, por a lavandaria estar fechada.

Abraço

A bem da nação!
De Biríades Cartagulio a 27 de Fevereiro de 2009 às 21:26
Preclaro JF, ele há dias assim...mande mas é umas gramitas de zubrowka abaixo que até a crise fica mais maneirinha, de seguida pode optar por postar semanalmente por exemplo,
ou simplesmente ir mandando umas postas quando lhe apetecer
cumprimentos


De Jorge Fiel a 1 de Março de 2009 às 09:35
Preclaro Biriades Cartagulio

Já agora é capaz de me esclarecer porque é que no Leste medem a vodka aos quilos (bem, às gramas) e não aos litros?

A bem da Nação!

PS. Postar só quando me apatecer, dispensando-me da obrigação de ter uma coisa nova todos os dias, é umas das possibilidades que tenho em cima da mesa
De Biriades Cartagulio a 2 de Março de 2009 às 14:34
ora cá está uma boa questão, não faço a minima ideia porque raio a medem em gramas
(vou googlar um bocadinho pode ser q surja alguma coisa)
já agora se alguém por aqui souber a resposta...

De Jorge Fiel a 7 de Março de 2009 às 17:20
Preclaro Biriades

Então o que diz o Google da vodka em gramas? Nicles?

A bem da Nação!
De F.Miranda a 28 de Fevereiro de 2009 às 01:24
Caro Jorge
Não me parece que sejas homem capaz de te abateres pelas crises!!!
È um regalo estas “postinhas do meio” que nos tens servido diariamente.
Fecha o BPP, o BPN, a Qimonda, a Corticeira Amorim, o Terreiro do Paço e a AR mas por favor não feches a Lavandaria.
1 abraço com mt estima
F.Miranda
Barcelos
De Jorge Fiel a 1 de Março de 2009 às 09:39
Preclaro F. Miranda

A das postinhas era realmente muito boa, não era?!:-)

Pois tens razão. Se calhar seria estúpido deixar a crise abater a Lavandaria - apesar do sue eventual encerramento não engrossar as estatísticas do desemprego.

Um abraço

A bem da Nação!
De Veruska a 28 de Fevereiro de 2009 às 20:48
Descobri este blog há uns dias e acho-o fantástico e agora vai acabar!!!!! A vida é madrasta.

Já agora acho que as novelas do Corin Tellado têm tudo a ver com a Gina! Fantástico...eheheh
De Jorge Fiel a 1 de Março de 2009 às 09:42
Preclara Versuka

Bingo. A minha preclara amiga pensa o mesmo que eu. As novelas da Corin Tellado têm tudo a ver com a Gina.

Neste momento estou inclinado em fazer um pastiche/adaptação de uma novela da Corin intitulada Aquela Noite no Rio.

A bem da Nação!
De Abobrinha a 1 de Março de 2009 às 21:31
Guru

Livre-se de fechar assim a Lavandaria! Mais a mais porque quem lhe deu este nome fui eu! A culpa disto não é da crise mas do massacre polaco! Que horror, ainda estou traumatizada!

Bem, mas se fechar, ao menos que seja em grande! Eu mesma já pensei em fechar o meu tasco e cada vez tenho menos tempo para ele. Claro que no meu caso não se perde grande coisa, mas pronto!

Menos mal, ao menos parece que acabou o livro horroroso! Comece a ler outra coisa qualquer!

Já agora, as suas imagens foram mesmo censuradas ou foi mesmo azelhice técnica do Flickr? É que as suas imagens da bússola também desapareceram!
De Jorge Fiel a 7 de Março de 2009 às 17:19
Preclara Abobrinha

Tem alguma ideia de que como é que posso acabar com a Lavandaria em grande?

Um ataque suicida tipo 11 de Setembro em que explodem, em simultâneo, a Lavandaria e a internet no mundo inteiro? É isso que tem em mente?

Na verdade seria uma coisa falada, o problema é que em falta capacidade técnica para operar um ataque terrorista desse gabarito...

Lançar uma OPA hostil sobre o Yahoo e obrigar o flickr a repor as fotografias nos posts? Acha que a Caixa me financia a operação?

Fico à espera das sugestões da chérie.

A bem da Nação!
De Abobrinha a 8 de Março de 2009 às 19:16
Mmmm... fazer um best of dos seus textos desta lavandaria e da anterior? Ou não fechar a lavandaria de todo e arranjar quem lhe pague para escrever as suas postas de pescada que partilha connosco. Agora se me quer perguntar como se ganha dinheiro com um blogue... está a perguntar à pessoa errada!

Mas pronto, se tem mesmo que fechar o blogue, tudo bem. Não gosto muito da ideia, mas há que ganhar a vida. Afinal, estamos numa daquelas crises que só se vive uma vez na vida (o que significa que o resto da minha vida vai ser só abundância).

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Há uma boa forma de distinguir um do outro; é ir à...
Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds