Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Recuso-me a acreditar que os meus netos se vão casar com as descendentes da Loli

 

A célebre definição de Woody Allen sobre masturbação (“é fazer amor com alguém de quem gostamos muito”) ganha uma nova e inesperada dimensão com a previsão feita por David Levy, especialista inglês em inteligência artificial, de que, por volta de 2050, as nossas parceiras sexuais favoritos serão robots.

 

Tudo leva a crer que nessa altura já não estarei disponível para experimentar essa modernice, mas mesmo assim o tema despertou a minha curiosidade.

 

Levy aparenta não ter qualquer dúvida, ao ponto de dizer que “amanhã os robots serão de tal maneira realistas que os humanos se apaixonarão por eles, farão amor e acabarão por se casar”.

 

Não escondo o meu cepticismo relativamente a esta previsão, apesar do seu autor ser um reputado especialista internacional em inteligência artificial e de eu não passar de um tipo “que escreve sobre broches” (cito a frase amável de uma amiga minha).

 

Este profundo cepticismo fundamenta-se quase integralmente na imagem de Loli que ilustra o artigo do jornal suíço supra reproduzido, onde bebi os conhecimentos que problematizo neste “post”.

 

Loli, a uma boneca “high tech” de silicone fabricada na Alemanha que pesa dez quilos e custa dez mil francos suíços (cerca de 7500 euros), é apresentada como o protótipo que prefigura o robot do futuro.

 

Ora chegado a este momento delicado, sinto-me na obrigação de declarar o seguinte: Se a Loli dá uma ideia, ainda que pálida, do robot do futuro, recuso-me a acreditar que os meus filhos, netos e eventuais bisnetos se vão envolver, apaixonar, fazer amor e casar com os descendentes dela.

 

Não me custa aceitar que a robótica e o mercado do sexo estejam em rota de colisão.

 

Acho muito provável que a evolução tecnológica das bonecas insufláveis (que nunca experimentei) faça delas uma alternativa credível à masturbação, ou, se preferirem, passem a constituir uma espécie nova de masturbação com mais valor acrescentado.

 

Nada me move contra os robots. Amo o R2 da saga “Star Wars”. Recordo com saudade a canção pop “Olhó o Robôt” (“é pró menino e prá menina”) dos saudosos Salada de Fruta, liderados pela Lena de Água (aquele conjunto testa/sobrancelhas/olhos não foi muito bem resolvido pelo Criador - emprestava-lhe um ar ligeiramente bovino mas que exalava um “je ne sais pas quoi” de sexualidade, a um tempo lânguida e selvagem).

 

Dar uma cambalhota com um robot apresenta uma data de vantagens sobre a relação sexual tradicional, a saber:

 

a)     Não se apanham doenças;

 

b)    Uma pessoa explica-se quando quiser e não tem de pedir desculpa se por acaso não conseguiu controlar-se e frustou o orgasmo da parceira porque acabou segundo e meio antes do tempo;

 

c)     Findas as hostilidades, podemos virar-nos para o lado e começar a ressonar sem correr o risco de ganhar a fama de insensível ou ser acusado de javardo.

 

Apesar de todos estes apesares, custa-me a crer que num futuro próximo o pessoal vai desatar a apaixonar-se, quecar e casar com robots.

 

Neste sentido, não me ensaio nada em contrariar as previsões do David Levy e em considerar altamente improvável a massificação futuro do consumo das descendentes de Loli, que terão sucesso apenas como produto de nicho.

 

música: Californiction, Red Hot Chili Peppers
publicado por Jorge Fiel às 23:02
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De Bicudinha a 18 de Abril de 2008 às 11:27
Bom dia, alegria!
Ora..pra não destoar...resta-me concordar! com o meu amigo, obviamente...
e pra não me perder em 1001 argumentos, condenso o que penso em breves aspectos:
1 - nunca o homem trocará a mulher por uma Loli, enquanto que ela ainda não for capaz de lhe ir buscar uma cervejinha ou lhe preparar o menu mesmo do jeitinho que ele adora!
2 - por muito que a tecnologia evolua, acho dificl conseguir alcançar o ponto de providenciarem uma solução credível (i.e.) realista...ao calor humano!!
3 - (como não há duas sem três...) o ser humano adora ter 'plateia'...d outro modo, quem lhe vai sussurar ao ouvido carícias de alimentar o ego?!
tenho dito...vale o que vale!
;P
De Jorge Fiel a 1 de Maio de 2008 às 12:14
Preclara Bicudinha

Sinto-me na contingência de concordar com os argumentos por si aduzidos, que me parecem justos, correctos, oportunos e mobilizadores.

Pessoalmente só tenho um leve discordância. É rariissimo pedir para me servirem um cerveja. Tenho o hábito do do it yourself e prefiro vinho branco.

A bem da Nação
De Tibetana a 20 de Abril de 2008 às 02:20
OMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM!....:-)
este início é um mantra em favor do Tibet, para que não aconteça igual ao Timor.
:-/
Agora quanto ao post, concordo em partes com a Bicudinha, esclareço ainda que entre bonecas e siliconadas as opções são demasiadas.
Os homens é que sabem, caso as mulheres tornem-se frígidas.
Há filmes sobre amores robóticos, assim como o "Quinto elemento" redescobrindo humoristicamente a figura feminina.
A masturbação sempre é tabu, e as bonecas devem reconstruir o ego dos homens que não sabem conquistar mulheres, nem com palavras e/ou actos. Voilá!
De Jorge Fiel a 1 de Maio de 2008 às 12:16
Preclara Tibetena

Ommmmmmmmmmmmmmmmmm também para si.

Apreciei em particular o Voilá final.

Sim. Eu aprecio o calor humano.

A bem da Nação
De Abobrinha a 21 de Abril de 2008 às 00:31
Guru

Você não é o tipo que escreve sobre broches, mas o tipo que escreve MUITO BEM sobre broches. E sobre outras coisas também, mas isso agora não interessa nada! Por acaso não foi a dos óculos de massa que lhe disse isso, pois não?

Esta semana sou capaz de o encontrar por aí! Vamos lá ver!
De Jorge Fiel a 1 de Maio de 2008 às 12:17
Preclara Abobrinha

Obrigado, obrigado. mesmo assim acho sendo preferível a prática à teoria.

A bem da Nação!
De Abobrinha a 21 de Abril de 2008 às 00:34
Guru

Muitos homens do futuro vão querer uma boneca e uma mulher. E, como muitos homens actuais, vão acabar por concluir que não são competentes para uma nem para a outra... pelo que a solução está em arranjar uma terceira!
De Jorge Fiel a 1 de Maio de 2008 às 12:18
Preclaar Abobrinha

Não partilho da sua descrença relativamente ao género masculino.

A bem da Nação!
De Paulo Sousa a 21 de Abril de 2008 às 17:08
Antes de mais queria lhe dar os parabéns pela sua página pessoal.
Se não fosse pedir muito, gostava que me ajudasse a construir/dinamizar o meu blog.
Blog relacionados com a
Escola de Futebol Hernâni Gonçalves.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Antes de mais queria lhe dar os parabéns pela sua página pessoal. <BR>Se não fosse pedir muito, gostava que me ajudasse a construir/dinamizar o meu blog. <BR>Blog relacionados com a <BR>Escola de Futebol Hernâni Gonçalves. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>www.sofiapaulojoaotiago.blogspot.com</A> <BR class=incorrect name="incorrect" <a>www.pontapecanto.blogspot.com</A> <BR><BR>Muito obrigado.
De Jorge Fiel a 1 de Maio de 2008 às 12:20
Preclaro Paulo Sousa

Terei todo o gosto em ajudar a Escola Hernâni Gonçalves pro várias razões e mais duas, sendo que estas duas são o facto de ser amigo e admirador do professor e de o meu filho João ser uma dos jovens alunos da escola.

Diga-me pf o que eu posso fazer (o meu mail é jorgefiel@dn.pt)

A bem da Nação!
De Peça, com i a 16 de Junho de 2008 às 14:32
Isso são modernices.
Nada substitui uma abóbora com um furinho, após cinco horas ao sol!

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...
Carissimo, em Espanha o pez espada é o que nós cha...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Ligações

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds