Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

Pânico na Enfermaria 3 com o pirilau a encher o pistolão de vidro

Teria sido mais libertador e gratificante aliviar-me no famoso urinol de Marcel Duchamp

 

Comemoram-se hoje 17 dias exactos sobre o dia em que a minha vesícula esclerosada foi extraída no Hospital de Santo António.

 

Sei perfeitamente que a data não é muito redonda (comemorar uma semana, um ano, um mês, sei lá, até 15 dias, seria muito mais adequado, sem dúvida), mas achei que tinha chegado a altura de partilhar com as preclaras e os preclaros amigos da lavandaria os momentos mais marcantes desta experiência.

 

Devo começar por dizer que foi uma limpeza. Desde o «check in», às 7h30 de 2ª feira, dia 10, até ao «check out» , por volta das 12 horas do dia seguinte (tal qual como nos hotéis) decorreram menos de 29 horas. Um espectáculo.

 

Logo à chegada, vi-me rodeado de cinco simpáticas enfermeiras que me preparam para ser operado, após me terem fornecido uma espécie de bata azul com abertura pela retaguarda, que me pareceu bastante indecente (adequada mesmo a práticas sexuais bizarras) e umas cuecas de plástico, tipo slip, transparentes de um mau gosto tão atroz que 16 dias volvidos sobre a ocorrência ainda tenho vergonha de confessar que as usei.

 

A bata é toda aberta atrás, podendo ser fechada através de um cordões a que o próprio não tem acesso (a não ser que se tenha sido acrobata num dos circos da família Cardinalli) , o que me colocou na situação embaraçosa de ter de pedir a uma enfermeira para a atar.

 

Uma hora depois de ter chegado ao hospital estava a entrar no bloco operatório, uma eficiência que só posso aplaudir de pé.

 

Acordei algures entre o meio dia e a uma da tarde, eufórico por não ter qualquer espécie de dores – euforia precipitada, pois não tinha dores apenas porque estava sob o efeito de analgésicos e dos restos da anestesia.

 

Às três da tarde fui transferido para a Enfermaria 3 de Cirurgia 3, que tinha três camas – eu fiquei na mais perto da porta (a junto à janela é melhor pois desfruta-se de uma vista deslumbrante da encosta de Miragaia e do rio Douro).

 

Para não ficarem a pensar que tudo decorreu sob o signo do 3 (a conta que Deus fez) devo informar-vos que Cirurgia 3 fica no 5º piso do edifício novo do Stº António, que foi muito justamente baptizado com o nome do meu amigo e vizinho Luís de Carvalho.

 

Há a reportar dois momentos críticos durante a minha estadia de menos de 24 horas na Enfermaria 3.

 

O primeiro teve a ver com o xixi. O paciente fazer xixi após uma intervenção cirúrgica é um dos pontos da «check list» de médicos e enfermeiras.

 

Como sei isso, não rabujei quando me trouxeram uma peça de vidro com um design interessante, que dava um magnífico decanter (é bem mais bonita que a esmagadora maioria das horrendas peças em exposição no Depósito de Vidro da Marinha Grande), e me solicitarem que urinasse lá para dentro.

 

Eu tenho princípios. E um deles é o de considerar que ultrapassa claramente os limites da dignidade humana estar prostrado numa cama de hospital e ser obrigado a satisfazer as necessidades fisiológicas de carácter sólido numa arrastadeira.

 

Para evitar ter de fazer cocó na cama, adoptei a táctica de recusar as refeições sempre que estou hospitalizado. Fechando a boca evito a arrastadeira. No caso da operação à vesícula, não tive de me maçar a recusar comida – pois em nenhuma altura ela me foi disponibilizada.

 

Já fazer xixi deitado na cama, para dentro do pistolão, é tão inevitável como morrer, pagar impostos e fazer escala no aeroporto de Frankfurt.

 

A bexiga é alimentada pelas litradas de soro que nos vão injectando para a veia durante todo o período de hospitalização.

 

Chegados a esta altura, tenho uma confissão a fazer. Tenho a mania de durante o dia estar sempre a beber água ou chá (na minha secretária de trabalho há sempre uma chaleira, um bule e pacotinhos de chá) . Este exagero deve ser bom para a saúde mas teve o efeito secundário de ter dilatado bastante a capacidade de armazenamento da minha bexiga.

 

Não sei como é convosco. Mas comigo o xixi é um momento de descontracção.

 

Abre-se a braguilha, empunha-se o pirilau e há um «je ne sais pás quoi» de prazer libertador em puxar pelo xixi e deixá-lo correr livremente contra a parede do urinol, durante o tempo que seja necessário até ele se esgotar e nós sacudirmos com vigor as pinguinhas resistentes.

 

Ora, na cama do hospital, deitados de lado com o pirilau metido no pistolão, estamos privados desse prazer. Uma pessoa começa a fazer xixi e logo depois entra em alerta vermelho, pois tem de usar o ABS para travar o fluxo e evitar que transborde por fora.

 

Eu morreria de vergonha se tivesse de carregar no botão para chamar a auxiliar de enfermagem e confessar-lhe que tinha mijado a cama toda.

 

Foram por isso momentos de grande «stress», esses em que enchi sucessivamente dois pistolões e meio de xixi, o que dá ao mesmo tempo a medida do pânico que senti e da enorme capacidade instalada da minha bexiga.

 

(CONTINUA)

 

música: Bridge over troubled water, Simon and Garfunkel
publicado por Jorge Fiel às 09:46
link do post | comentar | favorito
18 comentários:
De Com tranquilidade a 27 de Dezembro de 2007 às 11:55
Jorge Fiel no seu melhor,

Saúdo os médicos(as) e enfermeiros(as) que nos livraram do fel de uma pessoa que até é simpática, com humor, que escreve bem e é um observador atento.

Raios partam a danada da vesícula que tanto mal lhe fez.

Vivam os tempos de mudança e o regresso aos texto "made in" Jorge Fiel com alma, coração e inegável inteligência.

Fique por cá com muita saúde!

Abraço (uma pessoa até respira melhor, bolas!)
De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:32
Preclaro Com Tranquilidade

Não ponha mais na carta. Olhe que se insiste, eu começo a acreditar naquilo que escreveu e ainda fico mais vaidoso do que sou :-)

Muito, mas mesmo muito, obrigado pelas suas palavras gentis e pela sua presença na lavandaria

Um abraço

A Bem da Nação!
De Rui a 27 de Dezembro de 2007 às 12:25
Estás cheio de sorte!

quando fui operado ao apendice, tive de ser algaliado!

Sebes o que isso é? Preferia ter mijado a cama toda, do que me meterem um tubo pelo buraco da gaita!!!
De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:33
Preclaro Rui

Isso do algaliado parece-me ser pior que ver três fitas seguidas no Fantasporto!

Um abraço

A Bem da Nação
De teresworld a 27 de Dezembro de 2007 às 15:47
Obrigado por este momento divertido...

Se uma operação à vesícula o inspira desta forma, cheia de graça...

Desejo de uma rápida recuperação e um Novo Ano carregadinho de humor...

Teres
De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:35
Preclara (espero não me enganar no sexo) Teresworld

À distância tudo pode ter graça....

Obrigado. E muito bom ano também pa si!

A Bem da Nação!
De PreclaroT a 27 de Dezembro de 2007 às 17:01
+

adoro veementemente quando escreves assim tão despojadamente , e incrível bom humor.

faltaram, com certeza ...
De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:36
Preclaro T

Eu sou muito bom a escrever despojadamente porque todo eu sou despojado :-)

Despojado de juízo, despojado de vesícula, despojado de emprego... :-)

Bom ano também pa si

A bem da Nação!
De SunTsu a 27 de Dezembro de 2007 às 18:31
Ò Homem !!!!

Que susto me pegou !!!! Andava eu a por a leitura em dia, quando nao vi a "Roupa" no semanário de referência. Não sei porquê mas dei por mim a pensar que tinhamos voltado à época da censura...

Sei que não somos muito chegados, mas eu não perco a sua prosa...

Durante cerca de 30 minutos, exasperei a tentar encontrar-lhe rasto, até que me lembrei do motor de pesquisa do semanário de referência... Falha grave para quem é da área das TICs não ter pensado de imediato nessa possibilidade... É para voçê ver como fiquei alterado.

Agora que o encontrei, "vivo y coleando", fico mais descansado. A Lavandaria já está nos meus sites de referência.

Dizem por aí que quem se acomoda morre... Vejo que preferiu viver. Bem haja !...

Desejo-lhe a continuação de um Feliz Natal e que 2008 lhe sorria.

Cumprimentos,

Sun Tsu


De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:38
Preclaro Sun Tsu

Muito obrigado pelo trabalho a que se deu para ler os meus disparates.

Como sempre, os seus ensinamentos são preciosos.

Abraço e bom ano!

A Bem da Nação!
De mauricio_102 a 27 de Dezembro de 2007 às 18:45
.
EXTRA: Um NATAL PORREIRO e um ANO NOVO FIXE para todos os Bloggers Portugueses.

A minha PRENDA de Natal: "Aumentar a PRODUTIVIDADE: Jogo dos 3 Bifes." , http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2004_04.html#112185 . FIM DO EXTRA.



E agora,

Olá Blogger. Vamos criar um MOVIMENTO DE BLOGGERS para MUDAR A LETRA do Hino Nacional ?!

http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Portugal/Simbolos_Nacionais/HinoNacional.htm


Escreve a tua versão.


A minha PROPOSTA:

"A Liberdade" (um povo sem formação não é um povo livre).

Heróis do mar, nobre povo,
Nação valente, imortal,
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal!
Entre as brumas da memória,

Ó Pátria, sente-se a voz
Dos teus egrégios avós,
Que há-de guiar-te à vitória!

E agora a parte em que se faz a ALTERAÇÃO:.

///// ... Às aulas, às aulas!
///// ... Na Escola e no Trabalho,
///// ... Às aulas, às aulas!
///// ... Pela Pátria aprender
///// ... Contra o atraso estudar, estudar! (*2)


(*2) - ALV - Aprendizagem ao Longo da Vida.

"Toda e qualquer actividade de aprendizagem, empreendida numa base contínua,
com o objectivo de melhorar conhecimentos, aptidões e competências".

Site em http://www.alv.gov.pt


BRAGA ( mas LISBOETA, "A Invasão Mourisca", http://jn.sapo.pt/2007/02/27/opiniao/a_invasao_mourisca.html ) 31.5.2007.

JOSÉ DA SILVA MAURÍCIO para os que não gostam de Anónimos.

ANÓNIMO para os que não gostam de armantes.

E para os restantes, J#o? d/ sI&v? Ma+/+u)io ( ASSINATURA ILEGÍVEL ).

mauricio_102@sapo.pt

http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/30664.html
De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:40
Preclaro Mauricio 102

Faz muito bem em não desistir. Eu também não desisto.

Pois se há quem pense em mudar a bandeira nacional (tema que tenciono abordar aqui na lavandaria) por que não aproveitar e mudar também a letra do hino?!

A Bem da Nação!
De CRN a 27 de Dezembro de 2007 às 19:24
O camarada Fiel nunca teve problemas nos aeroportos por causa dessa capacidade de armazenamento????
De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:43
Preclaro CRN

Já tive muitos problemas em aeroportos (mas mesmo assim continuoa a adorar aeroportos) mas nunca induzidos pela bexiga - ou mesmo pela vesícula.

Bom Ano pa si!

A Bem da Nação
De iFrancisca a 27 de Dezembro de 2007 às 23:03
Desde os tempos do expresso que sigo a saga da sua vesicula. Esperei tanto por este texto e valeu a pena!
Beijinhos
De Jorge Fiel a 28 de Dezembro de 2007 às 11:44
Preclara iFrancisca

Tem toda a razão. Isto da minha vesícula foi um saga que demorou a encontrar um fim.

Obrigado e beijinhos também pa si!

A bem da Nação!
De pinto_vermelho a 28 de Dezembro de 2007 às 19:10
oh fiel quanto é que te extraem outra vesícula?

Contas a treta tão bem, que sempre fazias o pagode
estar outra vez bem disposto.
De Jorge Fiel a 2 de Janeiro de 2008 às 13:12
Preclaro Pinto Vermelho

Não é possível. Só tinha uma vesícula.

Mas o preclaro amigo esteja sossegado. Se precisar de diversão extra eu posso pedir para me tirarem o baço.

A Bem da Nação!

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Há uma boa forma de distinguir um do outro; é ir à...
Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds