Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

Onde se diz mal do mercado de Petticoat Lane, que é uma feira de Espinho rasca em formato XXXL

 

O mercado de Petticoat Lane – simpática toponímia herdada do tempo dos refugiados huguenotes, que o duvidoso gosto anglo-saxónico rebaptizou Middlessex Street – não tem muito que se lhe diga. É uma feira de Espinho ou de Carcavelos em formato XXXL que apenas merece uma visita só para ficarmos habilitados a inclui-lo na lista dos mares já dantes navegados.

Petticoat Lane é o lado mais pobre e rasca da oferta do East End nas manhãs de domingo, em que os elos mais fortes são o mercado de flores de Columbia Road e o trendy (e coberto) Spitalfields Market – para já não falar na feliz combinação entre tendas de rua e lojas de tijolo da Brick Lane, celebrizada por Monica Ali (o titulo da tradução portuguesa, “Treze rios, sete mares”,  apesar de algo poético revela-se profundamente desnecessário), uma experiência que tem a sua dimensão sensorial no cheiro a caril que emana dos restaurantes com comida bengali, indiana ou paquistanesa.

Como era domingo de manhã, em vez de irmos papar uma missinha na Christ Church (considerada a mais bonita das seis igrejas riscadas por Nicholas Hawksmoor, o que acredito ser verdade, tanto mais que não conheço as outras cinco), cumprimos religiosamente o percurso pela zona - com ida e volta a Liverpool Street Station - sugerido num folheto oferecido numa livraria de Brick Lane especializada no East End, o que nos permitiu concordar em absoluto com o gosto dos yuppies que estão a recuperar as casas de Fournier Street, outrora habitadas pelas sucessivas vagas de refugiados franceses, judeus e bengalis que por aqui se foram acoitando.

Na volta, o AC fez bem ao comprar para a Margarida um magnífico chapéu de coco (igualzinho ao Hercule Poirot e ao dos gémeos Dupont e Dupond) no Spitalfields Market e tentamos sem sucesso beber um pint no célebre pub Ten Bells, onde, mesmo depois de cortarmos as unhas rentes, nem com calçadeira conseguíamos entrar.

East End, manhã de domingo, 6 de Dezembro 2009

música: Dedicated follower of fashion, Kinks
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Há uma boa forma de distinguir um do outro; é ir à...
Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Ligações

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds