Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

As três observações do hóspede do quarto 444

 

Não há bela sem senão, e o Ibis London City não é excepção a esta boa velha regra.

O quarto 444 apresentou-se correctíssimo, com vista para o pepino que Foster fez para a Swiss Re (ver fotografia) e equipado com uma chaleira e saquinhos de chá.

Todavia tenho três pequenas observações a registar:

1.     Como me esqueci do adaptador (culpa minha), quando fiz o check in perguntei à Mercedes se o hotel me podia emprestar um. Ela prontamente nos sossegou. Se não tivesse um adaptador no quarto, bastava voltar à recepção e pedir-lhe que ela logo me arranjaria um. No quarto não havia, mas quando voltei à recepção, no lugar da Mercedes estava uma polaca de Poznan que ganharia se fizesse dieta e me explicou que o stock de adaptadores estava todo ao serviço dos hóspedes. Não havia nenhum disponível;

 

2.     Ao contrário do que sucede nos hotéis parisienses desta cadeia, os quartos do Ibis London City não estão apetrechados com secador, o que não me afecta (a quantidade de cabelos que me restam não exige esse aparelho) mas constituiu uma pequena contrariedade para a Isabel;

 

3.     Em Agosto, no Ibis Bastille, beneficiei de Internet Wi Fi gratuita. No Ibis London City era paga e cara, uma vez que está embrulhada num pacote diário que custa 9,99 libras, que incluiu acesso ilimitado aos canais de filmes pagos (blockbusters e para adultos) do circuito interno de televisão.  Este sistema poupa embaraços aos caixeiros viajantes na apresentação de contas, pois o preço do filme porno vem dissimulado pela Internet, mas não é vantajosa para quem só quer mesmo consultar diariamente a sua caixa de correio electrónica.

 

Ibis London City, East End, Londres,4 Dezembro 2009

música: Navegar, navegar, Fausto
Tags: ,
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Sun Iou Miou a 4 de Janeiro de 2010 às 19:09
Pois, tal como está a questão do peso da bagagem, não é nada agradável andar a viajar com artefactos de deveriam estar disponíveis nos hotéis. Quanto à internet, não sei por que esse empenho em mistura-la com televisão. Enfim, nem tudo podia ser bom. :)

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Há uma boa forma de distinguir um do outro; é ir à...
Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds