Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Três razões para gostar do Campo Alegre

Os afazeres derivados desta minha vida de jornalista biscateiro ocupam-me mais tempo do que deviam, pelo que se escoou mais uma semana sem que eu conseguisse arranjar tempo (estive de 3ª de manhã até 5ª à noite em Lisboa) para ir à oficina da Pneus Ramalhão (que está fechada ao sábado e domingo) trocar de lado os pneus da frente para ver se é desta que o meu carro deixa de inclinar para a direita.

Como o Caso do Pneu Estraçalhado parece contaminado pela morosidade da Operação Furacão, aproveito a pausa para vos falar do Campo Alegre e das razões (enunciadas no sentido Lordelo-Praça da Galiza) que me levam a gostar muito desta rua:

1.     A Garrafeira do Campo Alegre é muito porreira e foi preciso vir um gajo de Lisboa para lhe dar publicamente o devido valor. Estou a referir-me ao MEC, que assinou em tempos idos, no DNA (um magnífico suplemento que a direcção do DN decidiu descontinuar, em hora menos feliz), um justo elogio desta garrafeira, que está encaixilhado, em papel já amarelecido, junto ao balcão. Por razões de força maior, o Miguel está agora circunscrito a uma dose diária de ginjinha, que usa à noite, antes de se sentar ao computador a escrever (ele é biscateiro como eu), mas nos seus tempos mais gloriosos era um avisado conhecedor e forte consumidor e de vários tipos de álcoois;

 

2.     O Jardim Botânico , com os seus liquidambares, faias, sobreiros, tílias, carvalhos e ofícios correlativos, é um local de que guardo, desde o tempo da faculdade (a FLUP ficava mesmo ali ao lado) gratas recordações, principalmente das margens do laguinho dos nenúfares. Acresce que o jardim está instalado na casa que foi habitada por dois nomes grandes da nossa literatura: Sophia e Ruben A – um tipo que intitula a sua autobiografia “O Mundo à minha procura” e que fez um strip tease integral num museu grego, porque não se sentia bem vestido no meio daquelas belíssimas estátuas nuas, só pode merecer as nossas mais elevadas estima, consideração e admiração;

 

3.     A Confeitaria Botânica é uma das minhas esplanadas preferidas por razões de índole geo-estratégica. Comecei a frequentá-la quando andava em Letras (a faculdade ficava mesmo em frente) e mantenho-me freguês entre outras coisas porque o facto de estar a coberto de uma arcada a torna utilizável mesmo em dias de chuva;

 

(continua)

música: Any time at all, Beatles
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Tibetana a 6 de Novembro de 2009 às 21:27
Muito bem escrito, descrito, revelador! Não conheço os "liquidambares"mas devem ser magníficos :)
De Jorge Fiel a 8 de Novembro de 2009 às 08:42
Preclara Tibetana

Uma visita ao Parque de Serralves (ao domingo de manhã é de borla) permitir-lhe-à satisfazer (e à ganância) o seu desconhecimento dos liquidambares.

A bem da Nação!
De Sun Iou Miou a 7 de Novembro de 2009 às 01:12
Eu ao contrário da Tibetana conheço bem os liquidámbares, pois gozo no meu quintal da presença esplendorosa em porte e colorido de quatro exemplares (já vê, cá há mais que macieiras).

Não conheço o Jardim Botânico do Porto mas fica a visita agendada. O espectro do insigne Ruben A, sabe o Fiel Jorge se continua com seus hábitos (não foi muito bem escolhida a palavra) nudistas pela zona? Era um aliciente.

Agora toca o quê? Uma descrição pormenorizada da Operação Furacão ou podemos continuar com o chamado Caso do Pneu Estralhaçado ou Furo-caro?

Não pago mais um tostão por esta novelucha. Está faltando um episódio de paixão amorosa ou um crime violento.
De Jorge Fiel a 8 de Novembro de 2009 às 08:44
Preclara Miou Miou

Crime violento já há - foi cometido na pessoa do meu pneu da frenet do lado direito e está na origem desat bever ending story.

Mas concordo consigo. Está aqui a faltar uma paixão tórrida - ou pelo menos um bocado de romance. Vou-me esforçar. Não vai ser fácil.

A bem da Nação!

PS. Liquidambares no quintal!?! A Miou Miou é uma mulher feliz!
De Jorge Fiel a 8 de Novembro de 2009 às 08:47
Preclara Miou Miou

Estou um trapalhão. Além de teclar cheio de gralhas (never ending story....) esqueci-me de lhe comunicar que o Ruben A. já não mora cá. Foi para as grandes pradarias na sequência de uma sincope cardíaca.

A bem da Nação!
De Sun Iou Miou a 8 de Novembro de 2009 às 10:21
Se o atrapalhamento lhe não impedisse ler com atenção, Jorge, teria observado que disse "o espectro do Ruben A". Mas fico com pena que fosse para horizontes mais despejados. Estava a precisar (eu) de emoções fortes.
De Jorge Fiel a 22 de Novembro de 2009 às 19:46
Preclaro Miou Miou

Como me hei-de desculpar?! Estou a ver que nunca me conseguirei safar desta fama de trapalhão... Eu sou assim. Precipito-me.

A bem da Nação!
De Mónica Baptista a 8 de Novembro de 2009 às 23:31
A FLUP não só ficava, como ainda fica ali ao lado. Qualquer Flupense que se preze, dá os seus passeios no Jardim Botânico. :)
De Jorge Fiel a 22 de Novembro de 2009 às 19:47
Preclara Mónica

O seu conceito de ao lado é um tudo nada largo....

Flupense é muito bom! Nunca tinha ouvido falar, mas vou adoptar.

Eu sou flupense!

Vivam todos os Flupenses!

A bem da Nação!

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Há uma boa forma de distinguir um do outro; é ir à...
Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds