Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Ninguém me dá dez mil euros em notas ao almoço

Aspecto exterior dos Pneus Ramalhão, na rua do Campo Alegre

Tremi todo cá por dentro no momento em que a Maria José (1) me informou que tinha sido descontinuada a produção do modelo de pneu Michelin cobardemente assassinado pelo Buraco do Fiel, que se situa algures na rua do Passeio Alegre, um pouco depois do Chalet Suisso e do Augusto, para quem segue em direcção à ponte da Arrábida.

Pela minha cara, a Maria João (que além de despachada e simpática, também deve ser uma fina observadora) logo percebeu que eu, lamentavelmente, não fazia parte da lista dos tipos a quem o sucateiro de Ovar dava dez mil euros em notas sempre que almoçavam com ele.

Por isso, e como eu precisava não de um mas de dois pneus, logo percebeu que o melhor que havia a fazer era procurar uma situação mais económica do que a oferecida pela Michelin, e pediu a um dos seus colaboradores que indagasse sobre se haveria ou não disponíveis um par de pneus da marca Eurotyphoon, compatíveis com a minha carrinha Fiat Marea, de cor cinzento rato, que gasta dez litros aos 100 e completará dez Primaveras em Março de 2011.

Havia os pneus baratos, mas mesmo assim a conta situava-se claramente nos três dígitos, creio que 166 euros, o que me pareceu muito dinheiro - reparem que não disse caro, mas apenas muito dinheiro.

Custa-me imenso gastar mais dinheiro a calçar a minha Marea do que os meus próprios pés. Por 120 euros compro uns Citywalker da Ecco que me proporcionam um andar confortável e seguro durante cinco anos, no mínimo. Ora para calçar a carrinha, não com uns pneus topo de gama (como são os sapatos Ecco) mas de uma marca para tesos, teria de gastar quase o triplo – pois enquanto eu assento em apenas dois pés, a Marea tem quatro rodas.

Enquanto, o meu cérebro processava este raciocínio, a minha cara devia evidenciar um tal estado de infelicidade, que a Maria João, prontamente seguiu para o Plano C, o adequado a pelintras. Eu disse logo que sim quando ela me perguntou se eu estaria eventualmente interessado em que ela visse se tinha um par de pneus usados que me resolvesse o assunto.

A coisa começou a compor-se. Nem tudo pode correr sempre mal. Sempre havia o tal par de pneus usados e a festa ficava-me por 44 euros (incluida a desempanagem da jante). ‘Bora aí, disse eu, mas logo fiquei a pensar que para exteriorizar a minha satisfação por manter a solução abaixo dos 50 euros teria sido mais adequado soltar uma frase de mais efeito, do estilo: “Fogo à peça!”.

(continua)

 

(1)              Afinal, de acordo com a prestimosa informação providenciada pelo preclaro Barba Azul, a Maria José (pseudónimo atribuído aleatoriamente por mim) chama-se Maria João, nome porque doravante será aqui tratada, na prossecução da política de rigor e de dar o seu a seu dono que caracteriza esta Lavandaria

música: I should have known better, The Beatles
Tags:
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Laranjada Ovarense a 2 de Novembro de 2009 às 22:42
Ora o preclaro nunca tinha ouvido falar no Zé Godinho Sucateiro ...
Pois olhe que perdeu uma oportunidade de fazer um brilharete como jornalista, mas de qualquer forma, mesmo que descobrisse a "estória" (e bastava ter andado por Ovar e arredores algum tempo ...) ela seria tão "quente" que nem o Balsemão nem o Oliveirinha se atreveriam a publicar!
Mas não desista que ainda há mais!
And mark my words: Rolling Stones!
De Jorge Fiel a 8 de Novembro de 2009 às 09:27
Preclaro Laranjada Ovarense

O Zé Godinho não fazia parte dos meus conhecimentos., Não sei se feliz ou infelizmente :-). A verdade é que uso um Swatch e os dois únicos Rolex que tive eram falso. Um foi comprado por dez dólares na Malásia e o outro por 25 euros a um preto na Licorista, enquanto almoçava com uns amigos.

Pedras rolantes? Muito provavelmente... A ver vamos!

A bem da Nação!

De Tibetana a 2 de Novembro de 2009 às 22:54
Nossa, pelo visto não vai durar 6 meses.
De Jorge Fiel a 8 de Novembro de 2009 às 09:28
Preclara Tibetana

Espero bem que não. Nem a saga da Polónia durou seis meses!

A bem da Nação!
De Sun Iou Miou a 3 de Novembro de 2009 às 17:56
Já estava para lhe sugerir que mudasse de carro, que com certeza saía mais barato, mas afinal houve sorte... ou não, porque isto continua, e isso nunca é bom sinal. Será que se cumpre aquilo de que o barato sai caro?

Ora, com a expressão última pregou-me uma peça, pelo que peço esclarecimento para não ficar, como dizemos cá, duma peça (=perplexa). Antecipando-lhe a minha gratitude imensa ou quase, fico em brasa (que não em fogo) à espera da resposta.
De Jorge Fiel a 8 de Novembro de 2009 às 09:30
Preclara Miou Miou

É peça com e - não com i. "Fogo à peça" era a ordem gritada pelos capitães dos navios para os respectivos canhões começaram a disparar sem qualquer piedade para os alvos.

A bem da Nação!
De Renato Oliveira a 6 de Novembro de 2009 às 19:13
Olá Jorge!

O problema é que nem o Jorge nem moi meme fazemos parte da Administração do BCP ! E ainda por cima dou-me muito mal com os sucateiros!

A Bem da Região!

Renato Oliveira
De Jorge Fiel a 8 de Novembro de 2009 às 09:31
Preclaro Renato Oliveira

Abaixo os sucateiros!

Viva a Regionalização!

A bem da Nação!
De J.M. Coutinho Ribeiro a 22 de Novembro de 2009 às 04:21
Maria João, sim, por sinal uma Senhora muito simpática que até admitiu abrir a loja em dia de férias para que o meu carro tivesse pneus em tempo de férias, porque o modelo estava esgotado e só aí se podia.
Uma casa muito recomendável, JF.

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Há uma boa forma de distinguir um do outro; é ir à...
Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds