Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

O pneu que falhou a Ressurreição ao Terceiro Dia

Apesar de suspeitar que já nada haveria a fazer pelo meu pobre pneu dianteiro do lado direito, vítima de um atentado que presumia ser letal, cometido por um buraco na rua do Passeio Alegre (que a simpática Miou Miou sugere doravante passe a ser conhecido por Buraco Fiel), eu esperei pacientemente três dias, com ele arrumado na mala, na vã esperança que 2009 anos depois se repetisse o milagre da Ressurreição. A fé deve ser a última coisa a perder - e pode mover montanhas mas não devolve a vida a pneus estraçalhados, como eu acabaria amargamente por constatar.

Durante os três dias em que rodei com o magro pneu sobresselente (que ostenta um enorme autocolante cor de laranja que nos avisa ser perigoso andar com ele a mais de 80 km/hora) tive tempo para pensar a que oficina me deveria dirigir para tentar encontrar uma solução para o problema.

Hesitei entre a Norauto (tenho a ideia de que oferece um serviço barato e eficiente) e a Pneus Ramalhão. Optei por esta última hipótese, pelas seguintes quatro ordens de razões:

a)    Patrióticas: a Pneus Ramalhão é portuguesa e a Norauto é francesa;

 

b)    Políticas; após uma campanha eleitoral em que todos os partidos, sem excepção, defenderam apoios às micro. pequenas e médias empresas julguei mais adequado recorrer a uma empresa desta categoria do que a uma gigantesca multinacional;

 

c)     Toponímicas; a infausta ocorrência que vitimou o meu pneu dianteiro, do lado direito, da minha carrinha Fiat Marea, teve lugar na rua do Passeio Alegre, e a Pneus Ramalhão está instalada na rua do Campo Alegre. Achei que esta alegre coincidência poderia ser um sinal divino;

 

d)   Proximidade; a Pneus Ranalhão não só fica muito mais perto de minha casa do que a Norauto, como ainda por cima situa-se a escassas centenas de metros na Botânica, uma das minhas esplanadas preferidas, onde calculei que poderia montar escritório enquanto me tratavam do pneu.

Posto isto, dirigi-me à Pneus Ramalhão onde fui bem recebido, mas logo desenganado. Emitiram a certidão de óbito mal olharam para o pneu acidentado. O milagre ocorrido com Jesus Cristo, que segundo as Escrituras ressuscitou ao Terceiro Dia, não se ia repetir com o meu pneu. 

Senti logo ali, naquele preciso momento, que o meu calvário estava longe de estar terminado.

(continua)

música: But I might die tonight, Cat Stevens
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Sun Iou Miou a 30 de Outubro de 2009 às 12:19
Acho mal este documento. Muito falar dos sentimentos do JF, mas ainda não o ouvi uma só condolência pelos padecimentos do pneu. Vítima de acidente no Burato Fiel (algures no Passeio Alegre) e em gravíssimo estado, recebeu uns pontapés. Todavia, levou o JF são e salvo de regresso à casa, para ser estacionado e abandonado, uma noite inteira! sem um olhar de carinho. Porém, no dia seguinte ainda levou o dono do carro e o filho até a escola de futebol (aí já se vê que o João vai aprender logo a dar pontapés nos pneus como o papá). E ainda o teve agonizante na mala três dias sem possibilidade nenhuma de respirar?! Então não sabe que um pneu precisa de ar como a gente?! Esse pneu é um herói nacional preclarissimamente! E qual vai ser a recompensa pela sua abnegação ? Ficar adornando um jardim piroso com terra no meio e umas flores? Servir de pára-golpes numa pista de rally?

Exijo uma reparação no seguinte capítulo!

E não me vou estender nos abusos a que submeteu o pneu sobresselente. Acho que está na altura de alguém passe a criar unha ONG em defesa dos pneus.

Tenho dito.
De Jorge Fiel a 2 de Novembro de 2009 às 22:51
Preclara Miou Miou

Um amigo meu, que é um dos maiores especialistas vivos em matéria de pneus, jurou-me que os pneus (todos os pneus, sublinhou - até os carecas) são masoquistas e adoram ser pontapeados.

A bem da Nação!
De Tibetana a 30 de Outubro de 2009 às 14:29
JF, Poderia citar o autor do quadro acima? uma curiosidade.
De ccor a 31 de Outubro de 2009 às 15:45
A Tibetana é Fiel!!!!!!
De Jorge Fiel a 2 de Novembro de 2009 às 22:54
Preclaro CcoR

Lá está o meu velho e preclaro amigo a dar largas ao alcoviteiro que nós todos temos cá dentro....

A bem da Nação!
De Jorge Fiel a 2 de Novembro de 2009 às 22:53
Preclara Tibetana

Lamento muito mas não sei. Saquei-o ao calhas do Google Images. Mas posso garantir-lhe que não é do Andy Warhol :-)

A bem da Nação!
De Barba azul a 30 de Outubro de 2009 às 18:38
Caro JF

Fico com a sensação que a orientação algo blasfema que este mais recente capítulo da saga do pobre pneu seguiu, terá alguma coisa a ver com dois comentários ao seu anterior post sobre a visita a Serralves, um dos quais meu?
Ou sou eu, com mania de perseguição (religiosa)?

Como crente que sou na existência - dum ponto de vista racional altamente improvável - duma entidade superior (a tudo), causa única e última da existência, insondável, indecifrável, imprevisível, omnipresente, omnisciente, invisível (aparentemente, mesmo ausente) ... e apesar de tudo isto sumamente boa, a que chamo Deus e crente também na ainda mais improvável divindade de Jesus Cristo, filho de Deus, claro que me custa ler essas comparações jocosas e desconsideradoras . Um pneu, JF ?!!

Mas supero isso bem. Quem sou eu para me sentir ofendido com isto, se o Deus e o Cristo em quem creio nunca poderiam ser ofendidos dessa maneira?

Claro que estaria a mentir, no entanto, se dissesse que não fico um bocadinho magoado consigo, por tratar assim, desta maneira gratuita, as crenças e os sentimentos deste seu "amigo à distância".

Mas adiante, sei que escreve isto apenas para ter graça, não para ofender. Certo?

Não posso deixar de lhe dar os parabéns pela escolha dos Pneus Ramalhão, onde de certeza foi bem recebido pela simpática Maria João.

Ave!
De Jorge Fiel a 2 de Novembro de 2009 às 22:58
Preclaro Barba Azul

A ideia geral, se bem que pobremente conseguida, é mesmo ter alguma graça.

Agradeço-lhe a identificação da simpática e acolhedora responsável dos Pneus Ramalhão.

E peço. por favor e de joelhos, que não leve a mal as brincadeiras que envolvem episódios biblicos. A última coisa que eu quero é ofender alguém.

Sempre a considerá-lo!

A bem da Nação!
De Miguel a 28 de Janeiro de 2010 às 03:36
Olá!
Fizeste bem em escolher essa oficina.
Também mudei lá os pneus.
Comparei os preços com a Norauto (e muitos outros sitios...)
Os meus FastResponse ficaram (cada um) por 110 na Ramalhão, e ficariam a 175 na Norauto.
Viva as mini-micro-pequenas e medias empresas!

Um bem haja a todos vós

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Há uma boa forma de distinguir um do outro; é ir à...
Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Ligações

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds