Sábado, 29 de Agosto de 2009

Fila de acesso ao Museu d'Orsay dava tantas voltas que até parecia um intestino (o grosso e o delgado)

Rever o retrato do dr Gauchet, o quarto de Van Gogh em Arles, e a igreja de Anvers-sur-Oise vale uma espera, estóica e militante, de duas horas para um tipo se munir de um bilhete de entrada no Musée d’Orsay?

A resposta a esta pergunta não é simples, porque se está a falar daquele que é o meu (e não só) museu favorito, predilecto e preferido de Paris - em particular da sala 35 onde estão expostos mais de uma dúzia de Van Goghs.

Papado o pequeno almoço (caro e tardio) de 3ªfeira, 11.08.09, no Relais de L’Hotel de Ville, voltamos a embarcar no bom e velho autocarro da linha 69 tendo como destino o Musée d’Orsay, instalado no edifício da estação ferroviária construída para a Exposição Universal de 1900 – e, por isso, a primeira obra de um museu que alberga arte (em especial pintura) do período 1848-1914.

A ideia era um raide sobre a sala Van Gogh, uma expedição de um hora, hora e meia no máximo, que muito provavelmente atingiria as duas horas pois estou em crer que não resistiria a uma dar espreitadela à mesa de cozinha e jogadores de cartas do Cezanne, que estão na sala ao lado, e levava fisgado pastar a vista do Canal de Saint-Martin, do Sisley, que está na sala 41 (ver foto).

A ideia era boa, mas ficou no tinteiro. A bicha de acesso dava tantas voltas que até parecia um intestino, o que nos desmoralizou instantaneamente, ao ponto de não chegarmos a desembarcar do 69 no arrêt Musée d’Orsay.

É evidente que a colecção do museu vale uma espera de duas horas, mas naquele dia de regresso à Pátria estávamos curtos de tempo – e apesar do museu de Orsay valer bem a espera de duas horas (e até uma missa) é 999.999 vezes preferível aplicar esse tempo no interior do museu, a admirar o que está nas paredes, do que no exterior, a ouvir a conversa das pessoas que estão próximas de nós na bicha.

O bilhete custa oito euros, o que até nem é muito se atendermos a que o pequeno almoço rafeiro no Relais de L’Hotel de Ville custou onze euros por cabeça. Estou em crer que o cartão de Press também funciona no Musée d’Orsay, mas se não funcionar é na boa que dou os oito euros. O problema é a espera.

Para desatar este nó, creio ter achado a estratégica correcta, que testarei na próxima visita a Paris. Ir à bilheteira do museu meia hora antes do encerramento (que é às 18h00, com a excepção das 5ª, em que só fecha às 21h45), quando de certeza já não há bicha - e usar o bilhete no dia seguinte. Um Ovo de Colombo, não acham?

música: Asas, GNR
publicado por Jorge Fiel às 18:08
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De neli a 31 de Agosto de 2009 às 14:40
Olá, Jorge!

Ainda não consegui ler tudo o que escreveu da sua viagem, mas todos os dias passo por aqui para
viajar um pouquinho nos teus postes, hehehe

Não conheço Paris, e nem sei se conseguirei ir lá algum dia,
mas fico aproveitando as dicas que nos dá.

Um abração,

Neli
De Jorge Fiel a 1 de Setembro de 2009 às 11:50
Preclara Neli

Fico satisfeito por a ajudar a conhecer Paris. Mas se tiver a mínima oportunidade de lá ir, faça a si própria o favor de não a desperdiçar. Seria criminoso!

A bem da Nação!

Comentar post

Eu ao espelho


Nasci em Maio de 1956 na Maternidade Júlio Dinis. Fiz a primária no Campo 24 de Agosto e o essencial do liceu (concluído entre o Nobre e Gaia) no Alexandre Herculano. Entre os 15 e os 21 anos fui militante da LCI. Li quase tudo que o Marx, o Lenine, o Trotsky e a Rosa Luxemburgo escreveram.
Ler mais

Pesquisar este blog

Entradas recentes

Lavandaria está agora a c...

Moscas anunciam chegada d...

Apaixonei-me pela Bona, a...

Uma folha A4 dobrada em 4...

O café do Europeijska não...

mais comentados

últ. comentários

Tive conhecimento deste vinho," monte ermes", tint...
Num passeio à Ribeira lembrei-me de recordar algum...
prática do sexo anal estaria aumentando?Embora no ...
O autor deste artigo de peixe não sabe nada, por i...
Carissimo, em Espanha o pez espada é o que nós cha...

Arquivos

Abril 2012

Março 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Maio 2006

Ligações

Tags

todas as tags

blogs SAPO

Subscrever feeds